Facebook

contador gratuito de visitas

23 de maio de 2018

DEIXEM-ME EM PAZ - II


Quando fecho a minha
porta (à noite), abre-se um mundo de
solidão ao meu redor;

Lá fora a noite
prepara seu manto para agasalhar o
sol, que no outro dia há de brilhar nos corações
daqueles que têm motivos para sonhar...

Minha tristeza
prefere lugares sombrios, com brumas densas,
para que ninguém veja meu pranto!...

(...) Deixem-me
em paz com minhas lágrimas de amor contido,
de dor e de saudade...

Nenhum comentário:

Postar um comentário