Facebook

contador gratuito de visitas

8 de julho de 2017

CASINHA AMARELA


Saudades daquela casinha amarela
Dos meus pincéis, da minha aquarela
Lugar das mais ternas lembranças

Do cheirinho de café
Do chamego, do cafuné
Do meu tempo de criança

Da vida com liberdade

Ai que saudade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário